Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

PROJETO RODA DE LEITURA



ESCOLA 12 DE OUTUBRO E ENTIDADE FILANTRÓPICA CASA DA AMIZADE A.S.R. (ASSOCIAÇÃO DE  SENHORAS DE ROTARIANA) EM CONSONÂNCIA RESGATANDO ATRAVÉS DA LEITURA E A ESCRITA, QUE É A CHAVE QUE ABRE AS PORTAS PARA O MUNDO CULTURAL E INTELECTUAL VALORIZANDO O SABER.


                                                     ESTADO DE MATO GROSSO



SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

ESCOLA ESTADUAL “12 DE OUTUBRO”






“PROJETO “RODA DE LEITURA”
Construindo Saberes
E
Projeto Novas Gerações





Mirassol D`Oeste/MT

RELATÓRIO

Metodologia do projeto “Roda de Leitura”

Para formar leitores competentes e escritores eficazes é necessário que a leitura tenha início nos princípios pedagógicos na creche e na pré-escola, pautada na prática de educação voltada para o infantil: jogos e artes; leitura de imagem, brincadeiras, música e expressão corporal, buscando firmar sempre a  identidade da criança no espaço escolar, familiar e social.
Nas séries iniciais o trabalho é desenvolvido com a participação efetiva do professor no desenvolvimento das estratégias de leitura.
Exemplo - o professor de 1ª série escolherá uma história ou livrinho (poesia, fábula, conto, charge, vídeo,  etc.) para apresentar na sala de aula. Sendo que o primeiro passo é a pré-leitura, ela deverá acontecer a partir do título do texto. Nesta sondagem do saber empírico do aluno a respeito da temática, o educador deverá incentivar a participação do mesmo. Posteriormente a esta discussão, o professor deverá deixar o aluno entrar em contato com o livro, imagens para depois contar a história, após, pedir aos alunos  uma produção, seja ela um desenhe, em uma folha de papel, o que entenderam da história, deixando a imaginação das crianças fluírem de maneira natural. Este material servirá para culminância do projeto que pode ser uma oficina de leitura, um portfólio , uma amostra de teatro, etc.
Vamos tomar como exemplo de estratégia para o Ensino Fundamental 2 o trabalho desenvolvido na 3ª fase do 3º ciclo (8ª série).


Exemplo - o professor pedirá ao aluno para escolher um livro (poderão ser trabalhado outros gêneros tais como: fábulas, poesia, mitologia grega, histórias em quadrinhos, charge, crônica, propagandas, anúncios, receitas culinárias, etc.) que irá desenvolver no projeto, após ter escolhido o livro e trabalhado a parte teórica,  fazer as várias metodologias de leitura, orientando previamente o aluno quanto ao tipo e gênero (narrativos, descritivos, injuntivo poéticos, anúncios, bilhetes, quadrinhos, etc.)., foco narrativo, tempo cronológico, espaço, relação de causa e conseqüência, repetições de termos e ideias, implícito e explícito, inferência quando necessária, coesão e coerência, clímax, enredo, tempos verbais, variedades lingüísticas, intencionalidade e juízo de valor emitido pelo narrador.
Para que aconteça uma interpretação bem sucedida é necessário também observar o significado das palavras: sinonímia, antonímia, polissemia, homógrafas, homófonas, parônimas, denotação e conotação. O aluno deverá anotar tudo no caderno do projeto, após ter feito isso, o professor deve pedir aos educandos para trocar os livros já lidos. Repetir a metodologia usada no primeiro, e assim segue sucessivamente até todos os participantes, em um circulo de leitura e troca, ter rodado e lido todos os textos. Sendo que a cada livro lido, debater sobre as diferentes visões dos alunos que leram as histórias, sempre buscando reafirmar os traços interpretativos encontrados nos textos, fazer as inferências, buscando as marcas citadas no parágrafo anterior.


Outra preocupação do projeto está voltada para a ortografia, principalmente as reformas  que aconteceram recentemente.
Entre a proposta principal, que é a leitura reflexiva, mostrar aos alunos que a maior parte das histórias tradicionais prima pela clareza e pela nitidez da estrutura narrativa, bem como pela definição das personagens.
Para não existir grandes obstáculos à compreensão, deverá realizar no projeto  trabalhos do tipo: 
  •  treino de reconto oral
  • treino de reconto escrito
  • treino de resumo (resumos de várias dimensões)
  • dramatizações
  • ilustrações feitas individualmente ou em grupo 
  • Histórias em quadrinho e charge
Porém, o importante é fazer a roda girar e todos participarem  das produções de leitura de maneira dinâmica, ou seja, fazer fluir uma leitura atraente em todos os espaços, aulas, disciplinas, não deixando oportunidade para o aluno não querer ler, interpretar e recriar vários textos durante o ano letivo. É participar e aprender divertindo, sem nenhuma outra alternativa.
Uma importante parceria para ensinar o aluno a gostar de ler
O projeto roda de leitura teve início na escola 12 de Outubro há sete anos e já trouxe resultados positivos para o aprendizado, pois, a escola foi no ano de 2010 a primeira no IDEB no município de Mirassol D`Oeste/MT  e terceira no Estado de Mato Grosso.
Para contemplar esse trabalho veio de encontro o Projeto “Nova Geração” proposto pela ASR (casa de  amizade)  formando uma junção na tentativa de promover e incentivar a leitura e escrita na escola, pois, ambas sabem da importância que é ensinar o aluno ler e produzir textos com eficiência, sabem que  só através da leitura  o professor consegue levar o aluno a viajar por mundos desconhecidos, vivenciar  aventuras imagináveis, e além disso, prepará-los para o mundo real e competitivo que os esperam no futuro.
São trabalhos como este que transforma a sociedade e dá oportunidades de o educando  vivenciar  a prática da cidadania, o sucesso profissional, social e intelectual, colocando-o como ser pensante e participante  nos exercícios de valores para uma transformação na relação humana.
Esta prática provoca a interação, empatia, tolerância, maior envolvimento com o fortalecimento da amizade, o respeito, a capacidade de perdoar, está  no ato da leitura a reafirmação em formar cidadãos críticos e autônomos embasados em tais valores.
Para complementar o projeto “Roda de Leitura” a escola promove “a campanha do livro”, essa prática em junção com os livros adquiridos pela escola, e enviados pelo governo resulta em um acervo  com 3 mil 477 livros, além de gibis e a coleção enciclopédia Barsa. A arrecadação da campanha é de aproximadamente 100 a 120 livros ano, uma ajuda considerável para manter a biblioteca com um acervo que possibilite aos 399  alunos (crianças e adolescentes) a participar de uma leitura diversificada e atraente.
Portanto, a campanha da ASR de Mirassol D’Oeste   vem  confirmar a importância do Projeto Roda de Leitura na escola, dois trabalhos embasados num mesmo propósito que é acabar com a fama de que o Brasil é um país que não lê, coisa do passado, pois há muitas pessoas lutando em prol de um mesmo intuito; ensinar a criança a gostar de ler, isto é, fazer leitores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário